Coligação de Cássio entra com ação criminal contra Tyrone e Ricardo

31
Do MaisPB

A coordenação jurídica da Coligação “A Vontade do Povo”, encabeçada pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB), ingressou ação criminal contra o ex-prefeito de Sousa e atual secretário chefe do Governo da Paraíba, Fábio Tyrone, e contra o governador Ricardo Coutinho (PSB), que disputa a reeleição, devido a divulgação de um vídeo nas redes sociais no qual o Tyrone convida um amigo a vim para o lado “que compra e paga”.

No vídeo, que foi repercutido nas redes sociais, o secretário Fábio Tyrone diz o seguinte: “Meu amigo Wlad lhe espero no time que compra e paga, lhe espero com Flavinho no 40. Um abraço. Preciso muito de você agora e em 2016”. O coordenador jurídico da coligação “A Vontade do Povo”, advogado Harrison Targino, informou que a está entrando com a representação criminal “pela suposta comprovação de crime eleitoral, praticado e confessado pelo próprio secretário, que “em tom de escárnio e em festa, reconhece a prática de crime previsto no Artigo 299 do Código Eleitoral, que versa sobre a compra de votos supostamente em favor da candidatura de Ricardo Coutinho”.

Harrison Targino afirmou que “o fato é grave e merece apuração efetiva, por isso está requerendo a abertura de inquérito para que a Polícia Federal chame Fábio Tyrone e todos os envolvidos no vídeo, bem como apurar outros indícios de compra de votos, a partir da região onde ele atua politicamente”. “Também está solicitada para este inquérito a convocação do candidato Ricardo Coutinho para ele responder por esses fatos, tendo em vista ser Fábio Tirone é o secretário chefe do Governo”, declarou Harrisson. O advogado destaca ainda que a denúncia não é nenhuma montagem pois foi gravada pelo próprio secretário de governo e não uma farsa montada por quem quer que seja. “É o reconhecimento explícito do próprio Fábio Tyrone de uma prática criminosa e atrasada que apenas comprova o que está ocorrendo nestas eleições em todas as regiões da Paraíba”, ressalta.

 

 

IN1