Banco do Brasil rebate Governo e diz seguir normas do Banco Central

12

com MaisPB

O Banco do Brasil respondeu, na noite desta sexta-feira (19), a uma ação que a Procuradoria-Geral do Estado ajuizou na 1ª Vara da Fazenda Pública de João Pessoa pedindo a prisão da superintendente do Banco do Brasil na Paraíba, Maristela de Oliveira, por descumprimento judicial que determinava a liberação de um empréstimo de R$ 150 milhões para o Governo da Paraíba.

Em nota, o BB informa que não recebeu nenhuma notificação judicial durante o dia de hoje e alega que segue todas as normas do Banco Central.

“O Banco do Brasil informa que não recebeu nenhuma notificação judicial nesta sexta-feira. O BB não comenta operações comerciais de seus clientes, por conta de sigilo bancário, e ressalta que segue rigorosamente as normas do Banco Central, além de adotar política de crédito baseada nas melhores práticas bancárias”, destaca a instituição financeira.

No processo, a Procuradoria acusa do banco do crime de desobediência por não acatar a determinação da Justiça que mandava a instituição conceder o empréstimo.

IN1